05 outubro 2013

Review: Kamisama Hajimemashita


O que você faria se seu pai sumisse sem mais nem menos e você se visse nas ruas? Aceitaria a ajuda de um estranho e iria viver e cuidar da casa dele enquanto ele está viajando? Pois é... a situação da nossa protagonista é um tanto quanto complicada.

Nanami Momozono é uma estudante colegial pobre, seu pai é viciado em jogos e azar e está endividado, mesmo assim, Nanami se esforça para conseguir o pão de cada dia. No entanto, um dia Nanami retorna do colégio para casa e descobre que a mesma foi tomada pelo banco! Não só isso, seu pai fugiu e ela não faz ideia de onde ele possa estar. Nanami se vê nas ruas.
Enquanto pensava sobre o que podia fazer na sua atual situação, um rapaz se apresenta para ele com o nome de Mikage, diz que está viajando a anos e que precisa de alguém para cuidar da sua casa enquanto ele está fora, desesperada, Nanami aceita a oferta de ir viver na casa dele. Ele a beija na testa e dá-lhe um mapa para que ela encontre a sua casa.
Ao se aproximar da casa do misterioso homem, Nanami percebe que ele não vive de maneira normal, mas ao se aproximar mais ainda ela percebe que é ainda pior, a "sua casa" é na verdade um templo de um Deus terra! Como se isso fosse pouco, um outro rapaz aparece do nada chamando por Mikage, esse rapaz com estranha aparência, orelhas e rabo de raposa, se diz um Yukai que serve a Mikage e protege o templo. Não demora muito para que outros espíritos do templo se mostrassem, e como azar vem em lote, nossa protagonista descobre que o beijo que receberá de Mikage era, na verdade, um selo que a declarava a nova Deusa da Terra. Mikage simplesmente tinha fugido dos seus compromissos como Deus da terra.
Se negando a obedece-la, o Yokai, agora se apresentando com o nome de Tomoe, vai embora e diz que, a partir de agora, Nanami terá que se virar sozinha.
Algum tempo se passa até Nanami perceber que não tem como ela cuidar do templo sem Tomoe e os espíritos a informam que há uma forma de Tomoe se tornar servo dela por toda a eternidade, mas só há um problema, ela terá que beija-lo para que isso aconteça.
Sem saber o que fazer, Nanami vai atrás de Tomoe no submundo para tentar convence-lo a voltar, mas ao chegar lá é humilhada e mandada embora, irritada ela dá as costas a Tomoe e decide se virar sozinha, mas alguns segundo depois é cercada por um bando de Yukais que querem devora-la, Tomoe a salva, mas logo depois ela some da vista dele. Enquanto voltava para o templo Nanami encontra mais uma Yukai que, dessa vez, a persegue e está a ponto de devora-la, porem, Tomoe aparece e diz que irá salva-la, mas pra isso ela precisa implorar ajuda. Orgulhosa ela se nega, no entanto, de uma hora pra outra ela se vê em uma situação de vida ou morte e, para salvar-se, rouba um beijo do Yukai, forçando-o a obedece-la.
Muito azar de uma vez? Espere só até vê o que está por vir...

Por muitos motivos esse anime se tornou um dos melhores do ano para mim. Além de não fugir muito da historia do mangá, é repleto de comedia e não tem toda aquela melosidade que geralmente se encontra em animes shoujo. A historia diferente dá o toque final e deixa o anime muito interessante. No entanto, eu achei do que o traço deixou um pouco a desejar... Também creio que outra temporada virá em breve, além de muita coisa ter ficado em aberto, o mangá continua sendo produzido.

Gênero: Comedia, sobrenatural, romance, shoujo, reverse harem.
Numero de episódios: 13
Lançamento: Outubro de 2012
Mangaká: Julietta Suzuki

OPENING
(Sub ing)

Nenhum comentário:

Postar um comentário