15 novembro 2012

Fanfic: Royal Academy - Capitulo 07



Capitulo 07 – Rompimento...

Shira: - Miya...
Miya: - O que?
Shira: - Isso...
Miya: - O que? Não me diga que você esta achando que eu me incomodo com isso...
Shira: - Miya...
Alguém: - CCCCLLLLLAAAAAUUUUUSSSSS!!!!!!

Alguém vem correndo por trás gritando.

Claus: - Qual é? Fica gritando no corredor! O que você quer?!

Claus se vira e ver uma menina baixinha e que parecia ser uma criança mais nova.

Menina: - O que esta fazendo aqui? A aula vai começar! Já começou a importuna os novos estudantes, é?! Da um tempo...
Claus: - Ei! Quem você pensa que é falando assim comigo!
Menina: - Não enche! Toma! – Entrega um papel.
Claus: - O que é isso?
Menina: - Uma coisa que vai ter deixar ocupado enquanto eu falo com as novas estudantes.
Claus: - [Lendo a carta] “Claus Natsu, você esta convidado a comparecer á sala da direção por falta excessiva em aulas e atividades extracurriculares....” Espera ai! Isso é uma advertência?! Quem vai querer isso!!!
Menina: - Você deve ser Miya konami e você Shira Minagi, certo? Prazer em conhecê-las, sou Sari Yorin, vice-presidente do conselho estudantil. – Falando com Miya e Shira.
Claus: - Ta me ignorando?!
Sari: - Desculpa se vocês tiveram uma má impressão do Natsu, é que ele é meio encrenqueiro...
Miya: - Não... Isso...
Sari: - Se precisar de qualquer coisa me avise, ok? ^^
Shira: - Ok...
Sari: - E você! Você vem comigo ate a sala da direção!
Claus: - Não enche tampinha!!
Sari: - Ótimo, isso vai para sua ficha também.
Claus: - To nem ai...
Shira: - É.. Melhor agente entrar na classe...
Claus: - Eu já tenho uma advertência, acho que posso cabular hoje. Tenho que procurar o Giroh... Quer vim comigo, Miya?
Miya: - Hã?
Shira: - Agente tem que ir para a aula!
Claus: - A Miya ainda não tem o material escolar, então não é obrigada a frequentar as aulas enquanto isso.
Shira: - Mas...
Miya: - Tudo bem, Shira. Mas, eu não vou poder ir com você Claus.
Claus: - Hã? Já te disse que você...
Miya: - Não é isso... – Miya olha pela janela e vê Haku deitado embaixo de uma arvore. – Tem uma coisa que eu preciso exclarecer...
Claus: Ok, então... Vou indo. Te mais.
Miya: - Eu também vou indo. Ate mais, Shira.
Shira: Ah...

Miya sai correndo em direção ao local onde Haku esta.

Miya: “Quero saber... Aquela visão que tive quando ele me tocou...”

Miya para, encosta-se a uma parede e fica com uma expressão de medo em seu rosto.

Miya: “Aquela cena... se me lembro bem... era um símbolo enorme no chão, uma criança no centro e duas pessoas caídas ao seu lado... e... tudo estava banhado com muito sangue... Aquela criança... estava desesperada e coberta pelo sangue... esse é... o passado dele? Da medo... muito medo... estou com medo!”

Miya parecia assustada, parecia esta a ponto de chorar. Sem saber direito o que fazer ela continua andando. Aquela cena havia a assustado muito.
Miya chega ate local onde Haku estava deitado, ele parecia adormecido. Ela se abaixa e olha fixamente para o rosto dele.

Miya: “Esse foi seu passado, haku...?”

Haku acorda e ver Miya o olhando.

Miya: - Ah, isso... Bem... Eu te vi lá de cima e pensei em te chamar para a aula...  
Haku: - *risadinha* Você é estranha, gostei de você ^^
Miya: - Mesmo? ^^
Haku: - Sim. Não precisa se preocupar. Alem disso eu não vou para a aula hoje.
Miya: - Por que?
Haku: - Não adiantaria. Eu ainda tenho muito tempo de vida, alem disso, na velocidade que envelheço, posso cursar essa escola 29 vezes sem me preocupar.
Miya: - Nossa...
Haku: - E você? Por que esta aqui?
Miya: - Ainda não tenho material para a aula.
Haku: - Sei. Ei, diga, o que você acha de sairmos mais juntos?
Miya: - Hã?
Haku: - Eu gosto de você, alem disso temos as mesmas origens. – Pausa – Ei...
Miya: - Sim?
Haku: - Você tem medo de mim?
Miya: - Por que isso?
Haku: - Porque...

Haku estende a mão e tenta tocar seu rosto, mas Miya se afasta na tentativa de evita-lo.

Haku: - Por isso.
Miya: Hã?
Haku: - Sempre que eu tento toca-la você se afasta. É como se eu fosse um monstro. Na verdade fiquei surpreso por você ter voltado aqui...
Miya: - Não é isso! Sei que você ate pode ter seus problemas com a escola, mas você é gentil comigo e eu gosto disso...
Haku: - Então?
Miya: - Eu ainda não sei como essa escola funciona, na verdade ainda to perdida. Mas minha habilidade é ver o futuro ou passado das pessoas que toco. Se ele não é um herdeiro eu não posso evitar essas visões. Isso me assusta e você...
Haku: - Entendo... Eu sou um humano, certo?
Miya: - Sim...
Haku: - Agora ta explicado ^^
Giroh: - MIYA!!!

Giroh e Claus vem correndo na direção dos dois.

Giroh: - Miserável, o que pretende com ela?

Haku não diz uma palavra, apenas se levanta e encara Giroh.

Miya: - Espera, Giroh! Eu vim aqui por que quis!
Giroh: - Não escutou quando dissemos que ele era perigoso?!
Haku: - E o que isso te interessa?
Giroh: - Maldito...
Haku: - Pare de agir como se fosse o namorado dela. Com quem ela anda ou fala não é da sua conta!
Miya: - Para com isso Haku! Só esta o provocando!

Miya olha para o rosto de Haku e percebe que ele esta com os olhos avermelhados novamente. Ela queria saber o que era isso, mas de uma hora para a outra é arrastada por Claus e Giroh e forçada a ir embora.

Miya: - O que deu em você?!...

Quando Miya percebe ela vê um dos olhos de Giroh avermelhados também e quando olha para Claus vê que o seu olho direito estava com uma cor meio azul, tão azul que parecia um roxo penetrante.

Miya: - O que é isso?
Giroh: - Hã?
Miya: - Por que os olhos de vocês mudam de cor? O mesmo acontece com o Haku...
Giroh: - Isso é uma coisa meio difícil de explicar... Mas é por causa das nossas origens mesmo, faz parte do nosso destino ser assim. No caso do Haku eu não sei. Pare de se encontrar com ele, quando menos esperar ele te trairá.
Miya: - ...
Claus: - O Giroh tem razão. O Haku não é boa companhia.
Miya: - Isso...
Claus: - Por falar nisso... O que houve no encontro? Quando eu cheguei lá a Kihira estava chorando.
Giroh: - Eu... – Para de andar – Eu... Terminei com ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário