04 dezembro 2012

Fanfic: Wonderful Curse capitulo 02


Wonderful Curse

Shinji sai desesperado pela porta. Aria não entende o porque daquilo esta acontecendo, ela vai ate o telefone, mas não tinha mais linha. Ela não tinha escolha, tinha que esperar Shinji voltar e falar o que estava acontecendo. 
Ele corre até o hospital, ao chegar lá o que ele encontra é um corpo envolvido por lençóis brancos, que, em algumas partes, estavam banhados pelo sangue. Sua tia estava morta.
Aterrorizado, ele se ajoelha no chão e começa a chorar. 
A noite cai, ele não volta para casa e Aria começa a ficar preocupada. Liga para sua tia, mas mal sabe ela que a mesma está morta. Pouco depois das duas horas da madrugada, Shinji é trazido para casa por uma amiga de Rino. 
- Shinji, onde você estava? - Pergunta preocupada. - O que aconteceu para que você saísse tão apresadamente?
Shinji não diz uma palavra, sobe para o quarto de cabeça baixa e deixa as outras pessoas para trás.
- Você ainda não sabe? - Pergunta a amiga de Rino.
- Não... - Responde.
As duas conversam por um longo tempo, Aria põe-se a chorar e a amiga de Rino a acompanha. 
Já se passou uma semana desde a morte de Rino, nem Aria, nem Shinji saíram de casa nesse tempo. O clima estava diferente, a casa estava uma bagunça, ambos estava trancados em seus quartos, só saiam quando precisavam comer algo. Rino era a pessoa que cuidava deles sempre que seus pais os deixavam sozinhos em casa para viagens de negócios, eram muito próximos um do outro, não, diria que era como uma mãe para eles. 
Aria passava seus dias se culpando pelo que aconteceu, "Se eu não a tivesse chamado aqui, isso não teria acontecido." era o que pensava. Shinji nem mesmo pensava em algo, só saia do quarto para cuidar de Shiro, depois voltava a se trancar. 
A campainha toca, quando olha pela janela, Shinji vê um grupo de pessoas da sua escola. Ele desce as escadas, Aria o acompanha logo depois.
Um grupo de colegas de classe de Shinji está do lado de fora, eles foram visita-lo pois souberam do motivo dele está faltando as aulas. Todos entram, por um minuto parece que a atmosfera da casa muda completamente, todos começam a conversar, alguns estudam, outros veem TV, tudo aquilo porque sabiam o que os dois estavam sentindo. 
- De quem foi a ideia de virem aqui...? - Pergunta Shinji.
- Ah, foi da Chris, ela achou que talvez devêssemos vir aqui para anima-los um pouco. - Responde um colega de turma.
- Chris... - Fala para si mesmo.
- Desculpa se estamos incomodando... - Fala uma menina atrás dele.
- Não, obrigado Chris. - Diz sorrindo.
Os dois começam a conversar só entre eles. A verdade é que Chris era a representante da turma de Shinji, mas, alem disso, os dois eram ex-namorados. Chris não escondia o que sentia por Shinji, já ele não mostrava seus sentimentos com clareza. As causas do termino nunca foram claras, para Chris, ela achava que ele precisava de mais tempo, já Shinji acreditava que não dava atenção a ela. Acabaram se separando, mas algo os unia, e todos percebiam isso.
- Shinji, quem é aquela? - Pergunta um garoto apontando para a janela. - Aquela menina está encarando vocês dois a mais de 5 minutos.
A garota, no caso, era Shiro. De alguma forma ela tinha saído para o lado de fora sem que nenhum dos dois vissem. Shinji corre para o lado de fora, ela continua olhando pela janela e encarando Chris, que agora estava sozinha. Shinji a leva para dentro e a deixa no quarto. Alguns minutos depois os meninos veem Shiro novamente, dessa vez, olhando sentada na escada, mais uma vez, seus olhos se focavam em Chris. Naquele momento, Shiro movimenta os labios como se dissesse alguma coisa, mas era impossível ouvi-la. Ela, sozinha, sobe as escadas e vai embora. 
- Shinji, o que aquela menina é sua? - Pergunta preocupada.
- Na verdade, só estamos cuidando dela... Encontrei ela sem nenhuma memoria a uma semana atrás... - Responde.
- Então, por que não chama a policia? Ela me dá medo... 
- Vamos pensar nisso, quando minha tia sofreu o acidente ela estava indo...
- Entendo... Ei, porque não vamos para a praia amanhã? Assim você poderar esquecer um pouco as coisas... - Pergunta Chris.
- Praia, hein...
- Vamos, vai ser divertido. Nessas horas o que você precisa é dos amigos, não?
- Acho que posso ir. 
No dia seguinte, todos vão para a praia. Aria fica em casa para cuidar de Shiro, que passara o dia inteiro deitada. Ela achava que ela estava apenas sentindo falta de Shinji, então pouco se importou. 
Todos começaram a se divertir, Shinji ainda estava meio quieto diante daquilo, mas Chris o fazia companhia. 
- Ouvi dizer que tem umas cavernas ali, porque não vamos dar uma olhada? - Pergunta Chris.
- Acho que mais tarde, não quero andar agora.
- Sei... Então... Vamos nos banhar? 
- Acabei de comer, vou esperar um pouco. 
- Você ficou bem chato, hein? - Fala Chris.
- Se você diz...
Depois de alguns minutos, Chris vai embora. Ela se banha no mar e depois vai em direção as cavernas. Ela decide ir sozinha mesmo e entra cada vez mais. No fundo da caverna ela vê um lindo lago de água cristalina, maravilhada ela decide chamar todos os outros para ver, mas quando ela estava indo em direção a saida da caverna ela leva um susto, uma pessoa estava lá, olhando para ela.
A noite cai, todos estão a procura de Chris, ninguém sabe onde ela está. Eles procuram ajuda na guarda costeira, ao chegarem lá perguntam se eles não viram uma menina de cabelos longos e castanhos, vestindo roupas de banho lilas. Eles dizem que não, mas que iriam procura-la. Não precisaram esperar muito, a guarda costeira recebe um telefonema. Lá uma pessoa dizia que uma das cavernas havia desmoronado e havia uma vitima, uma menina que estava usando roupas de banho lilas e que estava morta.

Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário